Bullying - Desespero que Pode se Tornar Erro Fatal

By Camila Oliveira - 2.11.17

Imagem relacionada

É meio estranho ser jovem! Enquanto você tem praticamente todas as vantagens de um corpo zero bala, lhe falta experiência pra resolver situações que alguém mais velho, de repente, tiraria de letra ou talvez não também...

Imagem relacionadaMas agora eu sei aqui de fora, que quando estamos dentro dos muros da escola, tudo o que queremos é ser aceitos. Não importa o que tenhamos que fazer pra agradar, e nesse jogo de aceitação muitas vezes nos achamos, seja no gosto musical, de moda, estilo, pensamento... Se auto afirmando em suas próprias crenças ou caindo na farra com o resto do grupo. E como é bom sair livre por aí dando umas risadas que quando a idade acrescentar mais uns anos na cara vai parecer vexatório e até ridículo. 

Porém, é necessário respeitar aqueles que não pensam como você, mas vá explicar isso pra quem tá ligado no 220 se achando o tal numa brincadeira que ele inventou e está se espalhando. Mas será que essa tal brincadeira é tão legal mesmo? Será que todo mundo tá rindo com ela? Realmente é muito bom ser jovem, mas é melhor ainda quando todos podem ser. 

Imagem relacionadaPense bem, o tempo passa tão rápido, o mundo não tá fácil pra ninguém, sem falar nos problemas pessoais que todos enfrentam e nem sempre demonstram. Aí quando vão pra um lugar de convívio, onde pode ser mais que o filho de alguém, onde deve se preparar numa prévia do que ele será como individuo no mundo real, acaba sendo menosprezado, minimizado, como se o mundo o rejeitasse desde o primeiro momento e quem sabe pra sempre...

Se ponha no lugar desse suposto colega que não consegue se expressar tão bem quanto aos seus sentimentos, que tem potencial, mas acabou limado pelas brincadeiras que recaem sobre ele dia após dia sem chance de defesa... 

Do mesmo modo que, você deve se perceber como pessoa e como te tratam pra conseguir ser respeitado, respeitando os outros. Não ache que receber um chute e continuar rindo fará de você um herói, pois outros chutes virão até um dia em que o não será ignorado. Saiba no primeiro momento que eles não estão rindo com você, mas de você! É difícil, de início vai parecer que você é chato e estraga prazeres, porém tenha certeza que tá evitando muita dor de cabeça futura. 

Imagem relacionada
E se alguém passa pela mesma coisa e não se toca, dê um toque e tente abortar uma situação no mínimo alarmante, e se a pessoa não ligar, pelo menos você fez a sua parte! O que não pode acontecer é esse bang bang que ninguém sabe de quando nem porque começou e mesmo que saibam, será tarde, ninguém sairá ganhando... Aquele que sofreu, sofrerá mais ainda, marcado por algo que não soube lidar, que jamais esquecerá, tido como vilão numa história em que era vítima. 

Os que agrediam, surgirão como vítimas, mas nem sabem direito sua posição nesse jogo social que supostamente provocaram, mas em suas consciências são inocentes demais pra levar a culpa. E nada disso importaria se não tivesse o desfecho que teve! Agora todos pagarão, todos lembrarão de algo que pra uns foi brincadeira e pra outros sério demais. Se ninguém soube dosar, o que era então?

De fato, era Bullying! Feio, exagerado, desinformado e se achando inocente! Sempre assim, sempre inconsequente. Melhorou nessa década, mas precisa de muito mais. Falem, saibam, sejam, ajam mais da forma certa, sem desespero e com mais informação. Quem diz é só alguém que já esteve aí dentro e agora escreve algo que não sabia antes e ninguém lhe avisou de fora dos muros da escola. 

Resultado de imagem para bullying provocações sem limites

Indicação de Filme

No filme Bullying: Provocações Sem Limites de 2009, Jordi é um adolescente que recentemente perdeu seu pai e, junto da sua mãe, decidem se mudar para outra cidade para recomeçar a vida juntos. No início tudo parece tranquilo, até Jordi começar a nova escola, onde sofrerá novos traumas em um novo inferno pessoal. Nessa mesma pegada também tem o Um Grito de Socorro, que chocam, porém são necessários!

  • Share:

6 comentários

  1. Kara, esse tema precisa mesmo ser discutido. Situações como essas geram muitas consequências ruins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Raylane! Falam que bullying está batido, mas quando se trata de um tema social como esse, não tem época pra ele. Pois todo ano crianças começam sua jornada escolar e crescem precisando de orientação. É como educação sexual, não pode ser debatida um tempo e deixada de lado, sempre surgirá uma nova geração precisando saber à respeito! Valeu pelo comentário! Bjus!! Até!!

      Excluir
  2. Receita para lidar com o "bullying":
    1. identifique rotas do agressor
    2. chame seu primo mais velho, aquele com 1º grau incompleto que adora brigar
    3. explique a situação
    4. deixe seu primo espancar o zé até ele pedir água
    5. explique que, se ele continuar lhe agredindo seu primo volta e com amigos
    6. quando o idiota que lhe agrediu vier lhe pedir emprego no futuro, retribua à altura
    7. ande sempre armado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Eduardo, engraçadinho! kkk Podia apagar esse comentário, mas vou deixar sua tentativa de humor como exemplo de como não lidar com a situação! Agindo desse jeito só está deixando a coisa pior e mais perigosa. Esse tipo de agressor não desiste e assim você estará delegando aos outros seus problemas, além de provavelmente iniciar uma guerra de gangues! Obs. A coisa do emprego até que é tentador! kkk Mas não deixe sua ira de criança interferir no adulto que pode ser! Repense essas suas possíveis atitudes e boa sorte na vida! Abs.

      Excluir
  3. Eu fico chocada com alguns bullyings extremamente violentos, a série 13 reasons why abriu bastante meus olhos, pois embora seja algo fictício, é a realidade de muitas pessoas no dia a dia. Ótimo tema para abordar aqui Camila!

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Essa série parece ser bem legal em relação a isso! Vi anúncio e pedaços dela de monte, mas acredita que ainda não assisti na íntegra? kkk Bjus!!

      Excluir