Grande Hotel - Série de Mistérios, Sherlock à Espanhola!

By Camila Oliveira - 11.8.15


Uma série pouco divulgada no Brasil, mas que vale muito a pena ser assistida. Essa é a conclusão que tenho depois de acompanhar até o fim a saga Grande Hotel. Trata-se de uma série espanhola do Canal Antena 3 com três temporadas de 14, 28 e 23 capítulos respectivamente de 45 minutos cada, totalizando 65 ao todo. 

Aqui no país foi possível acompanhar recentemente pela Globosat e está disponível dublada por aí na net. Uma verdadeira obra de mistério onde 65 episódios são pouco, tamanha a vontade de acompanhar cada novo enigma que é plantado na história, não só no elenco fixo, mas trazidos pelos inusitados hóspedes que chegam acoplando cada vez mais pistas. 

O enredo se passa no início de 1900, onde num hotel luxuoso vivem os poderosos Alarcón, os donos rodeados de serviçais submissos e do povoado de Cantaloa. Tudo começa quando o humilde jovem, Júlio Olmedo chega ao hotel para visitar sua irmã Cristina e descobre que ela sumiu misteriosamente sem deixar rastro na noite em que a luz elétrica chegou ao lugar. 

Á partir daí, ele se infiltra como camareiro e causa uma verdadeira revolução, descobrindo coisas que estavam adormecidas e que pretendiam serem deixadas assim por muita gente. Quem o ajuda é Alícia Alarcón, filha mais nova da família que não se conformava com os costumes de aparência da época. 

O grande trunfo dessa história é justamente esse casal que faz a vez de Sherlock Holmes e Watson e não caem nos clichês melosos que romances dessa época sempre mostram. É ótimo vê-los investigando sem a suspeita dos outros por estarem em todo lugar, já que ela é uma das donas do hotel e ele um simples camareiro. Também é maravilhoso que Alícia lute pelo amor deles, até mais que Júlio, e se mostre forte em vez de bancar a simples mocinha apaixonada, aproveitando uma incrível dinâmica que movimenta a trama a cada novo capítulo.

É como se em um episódio se desenrolasse um turbilhão ao mesmo tempo para começar tudo de novo com novas pistas. Sendo assim, é impossível pular capítulos ou ficará boiando. De todo o elenco, apenas umas 5 pessoas são realmente boas, o resto está disposta a fazer qualquer coisa para conseguir o que quer mantendo as aparências. Loucos, gananciosos, atrevidos, mal caráter, vendidos, etc. Estão todos a postos entre as passagens secretas, detalhes e chantagens que criaram perguntas como:

Quem é o assassino da faca de ouro?

Qual o conteúdo do envelope vermelho que pode destruir o hotel?

O que terá acontecido com Cristina, a irmã de Júlio?

Por que querem tanto matar o camareiro Andreas?

Como pode um morto estar vivo um dia depois de sua morte? 


Entre muitos outros mistérios que vão sendo gerados resultantes desses que se mostram só para iniciar. Tinha que escrever sobre essa série. Muito boa, tem que ser assistida por todo mundo, se os canais brasileiros fizessem histórias assim não passavam pelos vexames que passam hoje em dia. 


  • Share:

6 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é tão boa que deveria passar no canal aberto!!!

      Excluir
  2. Série excelente, que prende a atenção desde o início pelo suspense que se cria através dos acontecimentos no Grande Hotel. Leve, gostoso, e recomendado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, realmente Marli! Simplesmente adoro essa série! Queria muito que passasse em canal aberto. Tanta novela chata passando e essa que é maravilhosa só passa na Globosat! Aff! Quem sabe um dia! kkk Obrigada pela visita e comentário! Abraços!

      Excluir
  3. Antonio Carlos Pedroso4 de dezembro de 2017 21:44

    Estou assistindo pelo Now da Net. Gosto muito desta série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Antônio! Essa série com cara de novelão vai estar sempre na minha lista como preferida! O canal aberto tá perdendo de não passar! Valeu pelo comentário e pela visita! Apareça sempre!!!

      Excluir