Ainda Compensa Ser Afiliado Virtual de Loja Online? Confira!

By Camila Oliveira - 20.3.18

Resultado de imagem para loja online

Tempos atrás, era lucrativo ter uma loja virtual, ser franqueado ou possuir algum tipo de e-commerce na página do site ou blog. Mas ultimamente, esse tipo de negócio minguou e está cada vez mais difícil conseguir algo que seja compensatório para aliar à seu conteúdo digital.
Resultado de imagem para loja online
Talvez você seja como eu, que não havia percebido. Porém, há algumas semanas, com o aumento de acessos no blog, decidi trocar o portal da afiliada que possuía visando lucro, e para meu espanto, isso está sendo bem mais difícil do que pensei. Fui procurar e grátis praticamente não tem!

Se antes, lojas e redes de serviços ofereciam parcerias grátis aos montes para todo o tipo de portal, agora procurando muito você acha apenas alguns modelos escassos como: 


 - Magazine Você - Franquia da Magazine Luíza para montar uma loja com subvenda dos produtos que escolher. 

 - Multifranquia - Loja parceira da K3 Distribuidora onde você monta, também em regime de subvenda uma loja virtual com o segmento de produtos que deseja vender. 

 - Moda Transada - Loja de roupas infantis que através da subvenda possibilita aos franqueados abrir uma loja virtual como desejam. O site está no momento fora do ar! 

Resultado de imagem para loja online


Não é difícil perceber que a crise de 2 anos atrás acabou não só com este tipo de negócio, mas muitos outros que privilegiavam quem investia na internet. Contundo, foi possível observar que para sobreviver ainda nesse ramo, é necessário dedicação e paciência. 

Imagem relacionadaAbrindo sua própria e-commerce e se entregando a ela com garra e inovação. Ter uma loja apenas para aproveitar visitas de um blog ou site, não trará lucro algum a quem possuí-la, além de trabalho em vão. Quem optar pelo e-commerce, precisará de reinvenção dos produtos, atingindo novas necessidades dos consumidores em diversos segmentos para não ser dizimado instantaneamente por outra novidade, efeito da crise ou regra do mundo virtual.  

Produtos originais e úteis, apostando em publicidade barata e popularidade são outros requisitos para continuar com vendas compensatórias na internet. Ousadia e método de entrega diferente dos correios serão os principais obstáculos atuais para quem apostar numa loja e-commerce ou franquia virtual. Acompanhe nessas matérias:



Infelizmente, franquias como a Posthaus anunciaram a descontinuidade de seu programa há poucas semanas. A Miarte, franquia de sapatilhas e bolsas, não responde e-mails nem possui página para inscrição, apesar de ainda divulgar sua franquia online e pessoal. 

Resultado de imagem para loja onlineMesmo com todos esses percalços, existem ainda opções que simplificam e possibilitam a construção e crescimento do e-commerce. Como plataformas para montar a loja com poucos produtos, começando gratuitamente e expandindo depois, marketplace onde pode ser apresentado o produto para venda e aceitação no mercado  em grandes varejistas, visando expandi-lo. Além de parcerias com outros pequenos comerciantes para montar uma loja virtual de maior impacto. 

Como conclusão, acredito que ainda devem haver muitas franquias rentáveis por aí. Para blogueiros e profissionais do ramo, o melhor produto ainda é relacionado a área de beleza e decoração. Sabendo disso, algumas franquias que eram grátis ou mais baratas passaram a ser pagas ou aumentar seus preços. Uma das mais baratas e conhecidas é a Natura, porém é necessário aplicar todas as regras que vem implicitas na afiliação. 

Resultado de imagem para franquia virtualMas o importante é buscar fórmulas simples e seguras, que agregam e não prometem muito com pouco resultado. Enquanto isso, o link da loja online continua em branco, esperando por uma marca ou produto que possam agregar ao blog no mesmo tempo que atinjam seus objetivos. 


Sabendo de algo ou querendo parceria deixe um recado! 

  • Share:

2 comentários

comentário(s) pelo facebook:

  1. Não só a crise não os correios também contribuíram muito para a diminuição do comércio eletrônico ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Frederico! São vários fatores expostos e isolados que fizeram o comércio eletrônico enfraquecer no Brasil!

      Excluir