Os Efeitos Colaterais do Ano no Mundo

By Camila Oliveira - 29.11.18

O mundo nasceu forjado no caus e na selvageria, onde os primeiros homens tiveram que travar lutas pela existência com animais vorazes e após sua extinção, iniciaram batalhas entre si por territórios, divergência de crenças, diferença de povos e todo tipo de motivo que sempre culminou em derramamento de sangue e maiores problemas que a bendita solução. 

Imagem relacionadaClaro que o planeta agora alcança melhores resultados com a sociedade moderna e uma diplomacia mais estabelecida entre as nações, porém nunca é o bastante pra sanar os atritos que surgem renovados por ideias que se perderam e não bastam na memória daqueles que não a viveram ao extremo. 

Mas até que ponto algo é certo e cruzando a linha, passa a estar errado? Será que esse certo realmente já esteve correto um dia ou era só chamariz ganhando força pra se mostrar extremo mais adiante, no momento conveniente? 

Tantas perguntas sem resposta e diferentes quadros que podem levar a diversos cenários entre a utopia e o caus completo. Quem sabe a Joia do Tempo no Olho de Agamotto tenha o resultado numa em milhões de possibilidades acontecendo aleatoriamente? kkk

Entretanto, é fato que uma ponta só existe porque há uma outra equivalente, uma balança, gangorra, que seja, equilibrando no meio os atos cometidos por ambas as partes. Dessa forma, a direita está mais forte porque a esquerda não soube dosar. Da mesma maneira que a guerra acontece porque quase ninguém tenta praticar a paz. Momentos em que tudo piora porque só assim pode melhorar, ressurgindo do fundo vingativos e violentos em forma de política, imigração em massa, terrorismo,  catástrofes climáticas, guerras absurdas, modismos ensandecidos, etc. 

Imagem relacionada

As velhas lutas e batalhas morreram, esta é uma época velada. Porém, tão perigosa quanto a do início da Terra, há milhões de anos atrás. Cada vez mais a vista, dispersa e arriscada com os recursos tecnológicos, logística e poder de persuasão. Em praticamente todos os meios a propaganda é a alma do negócio e isso está mais que compreendido por aqueles que querem dominar. 

Vivendo de novas armas, assim segue a humanidade. Ferindo como de costume pelos velhos objetivos de dominação. São só os efeitos colaterais desse ano no mundo, silenciosos e surreais devastando sorrateiramente até quando nem onde possa imaginar. 

  • Share:

0 comentários

comentário(s) pelo facebook: