Conheça ou Lembre de 10 Heróis dos Quadrinhos à Moda Antiga

By Camila Oliveira - 22.8.19


Nem sempre os heróis tiveram à disposição tecnologia e conhecimento capazes de realizar as tramas complicadas e cibernéticas de hoje em dia. E já houve um tempo em que heróis não tinham nem super poderes, tão pouco equipamentos que pudessem dar o suporte para torná-los quase seres sobrenaturais

Talvez se parecessem um pouco com os dúbios, um tanto vilões, se valendo da força humana bruta e de histórias comuns do cotidiano para trilharem seus caminhos. Mas uma coisa continua igual, praticamente todos tinham sua identidade secreta que escondia uma figura conhecida da sociedade ou de origem militar aventureira

E diferentemente dos The Boys, Vingadores, X-men, entre outros, estamos falando de seus precursores, os primeiros a aparecerem nas revistinhas hqs e nas tiras de jornais. Seres que abriram caminho para as muitas e incríveis figuras que se seguiram depois. 

Claro, que os quadrinhos em si se originaram em 1895, pelas mãos do artista norte-americano Richard OutCault, porém o modelo heroico apresentado atualmente, realmente começou a tomar forma nos anos 30, com os heróis baseados nos soldados da 1ª e 2ª Gerra Mundial. E obviamente, esses personagens eram mais galantes, sempre metidos em espionagem, onde tinham porte médio e eram bons de briga. 

Usavam ainda, para se defender objetos como armas, chicotes e facas, além de desconhecerem por completo a atual tecnologia, inventando geringonças e fazendo gambiarras para se comunicar e conseguirem completar a missão. Também não era incomum terem um fiel escudeiro, que geralmente os servia em sua dupla rotina. 

Mas infelizmente, esses heróis da velha-guarda ficaram esquecidos, assim como seu estilo primário e até ingênuo de atuar, no entanto é bom relembrá-los como os pioneiros de um mundo que só faz crescer. Quem sabe, não resolvam trazer um de volta nos filmes e séries de agora. O mais próximo com essas características hoje em dia é o Batman, porém super tecnológico. 

E para quem não conhece ou sequer lembra dessas figuras do mundo dos quadrinhos, confira abaixo 10 exemplos de personagens que estiveram no auge em tempos mais áureos e iniciais das HQs. 



Rocketeer - O Homem Foguete


O personagem é a identidade secreta de Cliff Secord, um piloto acrobático que descobre uma mochila a jato voadora. Suas aventuras se passam em Los Angeles e Nova York em 1938, apesar de ter sido criado em 1982 pelo desenhista e roteirista Dan Stevens. Um filme foi lançado sobre o herói em 1991. 




Fantasma

Trata-se de uma tira de jornal criada por Lee Falk em 1936, que contava as aventuras de um herói mascarado, atuante num país africano fictício de nome Bangalla. Essas tiras foram feitas até 2006 e também se tornaram filme, trazendo para as telas a história do Fantasma, vigésimo em sua linhagem que vinha desde 1536, quando piratas mataram o pai de seu antepassado que prometeu lutar contra o mal, criando um legado que passaria de pai para filho. Por isso, ele também é conhecido como O espírito que anda e O homem que não pode morrer.  




Capitão Sky 

Este é um herói que se utiliza da força aérea para combater robôs gigantes que querem destruir Nova York, envolvendo o desaparecimento de cientistas talentosos e uma grande aventura pela descoberta da mente malvada responsável por criar e implantar terror e caus no mundo pós-guerra. Esse é um filme de 2004, baseado em todos os elementos dos quadrinhos descritos. 




Indiana Jones

Henry Jones Jr. é o nome desse personagem, também criado por George Lucas e Steven Spilberg para homenagear os grandes heróis da década de 30. Com um primeiro filme em 1981, ele conta a história de um homem com a dupla vida de professor de arqueologia e caçador de relíquias que usa um chicote, arma e chapéu e é mais conhecido como Indiana que salva artefatos e ao mesmo tempo luta contra nazistas e gênios do crime. 




Tarzan

Personagem de 1912, criado pelo escritor Edgar Rice para a revista All Story Magazine. Contando a história de John Clayton III, Lorde de Greystoke, um homem criado por macacos depois que seus pais morreram, vítimas do motim que os abandonou com o bebê Clayton na selva africana. Foi, mais tarde, apelidado de Tarzan, que significa Pele Branca, enfrentando já adulto civilizações perdidas, criaturas estranhas, o próprio homem branco e outros macacos. 




Allan Quatermain

Mistura de aventureiro com herói, o personagem é um ser fictício do livro As Minas do Rei Salomão. Trata-se de um caçador inglês que reside no continente africano e auxilia os colonizadores e nativos em suas tarefas e necessidades, enfrentando grandes obstáculos para isso. É também conhecido como Predador Noturno e possui um serviçal nativo chamado Hottentot Hans. 





A Liga Extraordinária

Outra vez Allan Quatermain surge, dessa vez com um grupo atípico de personagens da literatura mundial para burlar os planos do vilão que deseja tomar o planeta. Esse é o enredo de um filme de 2003 que trouxe infinitos elementos dos heróis pioneiros numa aventura no início do século XX. 




Dick Tracy

Dick Tracy é um detetive das tiras dos quadrinhos, criado pelo cartunista Chester Gould em 1931 para um jornal com o mesmo nome do personagem. Ele é uma figura popular da cultura pop norte-americana, cuja personalidade trata-se de um policial rápido e inteligente, difícil de ser baleado que enfrenta vilões grotescos, lembrando gangsteres. A tira durou até 1977 com o desenhista original e ganhou vários outros até os dias atuais. Em 1990, foi feito um filme com Warren Beatty no papel principal, além de Madonna e Al Pacino no elenco. 




O Sombra

Outro personagem das histórias policiais, criado para um programa de rádio na década de 30. Seu criador foi Walter Brown Gibson com o pseudônimo de Maxwell Grant. Conta a saga de um impiedoso vingador mascarado que atende pela identidade real de Lamont Cranston. O personagem na rádio chegou a ser dublado por Orson Wells, mas também foi publicado em revistas pulp, além de ser adaptado para tiras de jornal, HQs, séries, vídeo-game e até um filme em 1994 com Alec Baldwin. Foi uma inspiração para criação do Batman e tem como frase célebre a fala O sombra sabe




Besouro Verde

Foi criado em 1936 por George W. Trendle e Fran Striker com a participação de James Jewell. Traz a história de Britt Reid, um milionário dono do jornal Sentinela Diária que transforma-se num vingador semelhante ao Sombra. Ele conta com a ajuda de Kato, seu mordomo e fiel escudeiro, mestre em artes marciais. Kato dirige ainda o carro Beleza Negra, muito a frente de seu tempo tecnologicamente. O papel de Kato foi vivido na série de 1966 por Bruce Lee e em 2011 teve uma versão para cinema com Seth Rogen no papel título. 





Bônus

Falando de quadrinhos e cinema, pois esse mundo de fandom nunca para, temos a origem de um recente sucesso do cinema e dos HQs modernos. Trata-se de Kingsman: A Origem, trazendo detalhes sobre o começo dessa organização de cavalheiros aficionados em aventura. 



Também confira aqui uma lista com os 276 projetos que a Disney cancelou pela compra da Fox. O que foi perdido e o que daríamos graças por nunca ter existido? A resposta está só numa dimensão alternativa onde a Fox continuou, criando todo um universo cinematográfico diferente do nosso, à partir daí. Só nas teorias!  

E o babado da última hora foi para o Homem Aranha que acabou sendo pedido de volta pela Sony. Os quadrinhos da atualidade são assim, enquanto você lê isso, muitas coisas mais estão acontecendo. São os heróis também sentindo os efeitos do tempo!

Obs. Se a lista de projetos não traduzir automaticamente, clique no botão direito e escolha traduzir para o português entre as opções. 

  • Share:

0 comentários

comentário(s) pelo facebook: