5 Séries que Misturam Época e Rebeldia Atual

By Camila Oliveira - 6.9.19


Cada série, mesmo se passando numa determinada época real ou fictícia, precisa ter uma ambientação para se tornar própria, diferenciando-se das demais. Às vezes, essa ambientação é o que determina o sucesso ou fracasso da história para uma próxima temporada. 

Assim, pensando em transformar uma época calma e bucólica em algo mais agitado e até verdadeiramente transgressora, muitos seriados buscam contar seus enredos anexando características modernas para melhor aceitação do público, principalmente do jovem. Em que empregam músicas, comportamentos e costumes nem sonhados, no período em que a série se passa. 

Porém, esse toque moderno transforma algumas histórias em hits atemporais, que agradam a praticamente todos, gostando do tradicional ou não. Por isso, de forma única, diretores especialistas nesse gênero, como Baz Luhrmann criam experiências inspiradoras e divertidas para aprender e distrair. Para ter uma ideia, confira abaixo 5 dessas maravilhosas séries. 


Will

Uma versão contemporânea quente e arrojada sobre a juventude de Shakespeare. Londres, século 16, e o jovem escritor britânico chega ao conturbado cenário teatral da capital inglesa, onde seu talento cru conhecerá um mundo sedutor e violento, públicos rebeldes e religiosos fanáticos transformarão suas apresentações em eventos estridentes repletos de efeitos colaterais. Como promessa, uma trilha sonora moderna a ilustrar todo brilho, irresponsabilidade e as lascivas tentações de William Shakespeare.

Série muito divertida, com excelente trilha sonora, romance, aventura e escrita. Realmente vale a pena acompanhar a saga desse jovem sonhador que deseja conquistar a cidade grande. Aqui o cenário acompanha uma Londres grunge que remete aos anos 80 e consegue fazer tudo isso em pleno século XVI. 



Dickinson

Emily Dickinson (Hailee Steinfeld) é uma jovem escritora em ascensão que se sente deslocada em seu próprio tempo. Cheia de ideias progressistas demais para o século XIX em que ela nasceu, a poetisa vai ter que usar da sua vasta imaginação para lidar com os obstáculos que sua família e a sociedade colocam no seu caminho.

Uma série ainda por estrear, com expectativa de diversão, deboche e sonhos dessa escritora que devia ter muita coisa na cabeça. E por que não, impressões futuristas.




Reign

Conta a história da ascensão de Mary Queen of Scots (Adelaide Kane) ao poder, quando ela chega à França aos 15 anos de idade, prometida ao Príncipe Francis, e com suas três melhores amigas como damas-de-companhia. Os detalhes da história secreta da sobrevivência na Corte Francesa, em meio a forças ameaçadoras e muitas intrigas. 

Uma série linda que através da trilha sonora e da ambientação consegue descrever os medos, sonhos e responsabilidades de uma princesa escocesa que deveria ser a rainha da França. 




Still Star Crossed

Quando a história do casal mais famoso da literatura acaba, a rivalidade entre Montéquios e Capuletos continua firme... Assim como os casos de amor que superam o ódio milenar das dinastias. Baseado no livro de Melinda Taub.

História para quem tem curiosidade sobre o que vem após a morte de Romeu e Julieta no mundo dos Montéquios e Capuletos. Pode parecer um pouco perdido o decorrer dos episódios, porém traz um elenco e ambientação mais moderna que a da costumeira saga trágica.  



As Telefonistas

Em 1929, quatro mulheres vêm de diferentes partes da Espanha para trabalhar como “garotas do cabo” (operadoras de telefonia) em uma empresa em Madri que vai revolucionar o mundo das telecomunicações. No único lugar que representa progresso e modernidade para as mulheres da época, elas aprendem a lidar com inveja e traição, enquanto embarcam em uma jornada em busca do sucesso.

Rápida e direta, a série parece uma mistura de novela mexicana com filmes teen anos 80 da sessão da tarde. Suas tramas são legais e o que traz essa modernidade são as músicas e os acontecimentos, improváveis para os anos 20, época em que a história se passa. 

E você, conhece outras séries e filmes como essas? Conte quais são! 

  • Share:

0 comentários

comentário(s) pelo facebook: