segunda-feira, 6 de julho de 2020


The F**k-It List não é um filme inovador só no nome, mas também em seu conteúdo. Lançado no começo de julho na Netflix, essa história teen aborda a vida de vários jovens, mas de um em especial. Trata-se de um aluno aplicado do ensino médio que ficou famoso por ter conseguido vaga em 7 das 8 faculdades americanas mais prestigiadas, estando nessa oitava e mais desejada em lista de espera. Contudo, quando seu destino parecia estar traçado, eis que surge um trote no meio do caminho, virando tudo de cabeça pra baixo

Falar mais que isso é spoiler, e pode parecer simples, porém ao dar uma chance à película, cria-se um enredo que vai se complicando no decorrer das 1:43 minutos de duração. Provavelmente, os mais velhos vão odiar, os mais novos se identificar e quem está no meio como eu, irá ver os prós e contras desse admirável mundo novo que está se apresentando pelo cotidiano dos jovens. 

Dessa forma, o filme busca mostrar sobre os caminhos alternativos que uma pessoa de hoje pode escolher seguir e como não há ainda métricas pra delinear essas opções, gerando bloqueios, preconceitos e incertezas por parte dos pais e outros que estão enraizados ao mundo formal. Por outro lado, a história também ilustra o lado dos pais, desesperados com as escolhas recentes do filho que largou toda uma vida de preparação pra se lançar à vivencia que nunca experimentou, além da falta de tato em lidar com a situação sem parecerem opressores. 

Além disso, a história coloca o jovem perdido, como se todas as batalhas já tivessem sido travadas e nada mais valesse a pena, vivendo por banalidade. No entanto, são apresentados também os perigos que cercam as escolhas, as amizades que não ajudam como deveriam e a fácil ilusão de liderança por meio da tecnologia. 

Por fim, fazendo uma análise lógica da película, podemos concluir que The F**k-It List é um filme que chegou velado na Netflix, mas ao dar uma chance será uma ótima opção teen de entretenimento e conhecimento de formação da nova sociedade que se mostra cada vez mais presente. 

Por outro lado, revela de maneira fácil demais a solução para problemas graves e banaliza um pouco as alternativas apresentadas, fazendo parecer que mandar tudo pro inferno é a solução ideal pra uma vida de prazeres, quando na verdade sabemos que não é assim, mas os jovens podem se ludibriar. Então, uma boa balança não faz mal a ninguém. Seja leve, mas com consciência e respeito. Também podemos destacar a trilha sonora que se encaixou muito bem à trama. 

Trailer


Advertise with Anonymous Ads

Ela Veste Preto... . 2017 Copyright. All rights reserved. Designed by Blogger Template | Free Blogger Templates