O Que é e Como Escolher o Melhor Crédito Consignado

By Camila Oliveira - 3.9.18


Ninguém deseja ter dívidas, não é? Mas mesmo assim elas acontecem, principalmente com a situação econômica do país. Fechar as contas está se tornando um desafio cada vez mais difícil e penoso para milhares de brasileiros que contam com a renda de um salário incerto e atualmente escasso. 

Imagem relacionadaE mesmo que tudo esteja em equilíbrio, ninguém está livre das emergências e planos que a vida nos dá. Há ainda, aqueles casos de realizações de sonhos e projetos que não podem mais ficar adormecidos e precisam ser concretizados. Para tudo isso, dentre as opções possíveis, há a alternativa de pegar um empréstimo consignado. Mas você sabe realmente o que é um empréstimo desse tipo e quais são as vantagens e riscos de se adquiri-lo? 

O que é Crédito Consignado? 

Resultado de imagem para funcionario públicoÉ um empréstimo cujas parcelas de pagamento serão descontadas diretamente do salário ou da aposentadoria do interessado, previamente. Por isso, deve ser um ato bem pensado, pois até que se esgotem as parcelas, determinada porcentagem do salário estará comprometida. O limite máximo conseguido, para evitar que as pessoas se endividem, equivale a 35% do salário líquido mensal, onde 30% representa o empréstimo em si e os outros 5% podem ser gastos num cartão de crédito consignado. 

Para que Serve?

Este tipo de empréstimo pode ser um aliado no orçamento, pois é uma das linhas de crédito mais baratas do mercado, o que torna seu pagamento facilitado em vantagem à outros. Desse modo ele serve:

  • Para pagar contas e não comprometer o orçamento planejado;
  • Para encerrar dívidas caras, cujos juros serão muito maiores à prazo no pagamento das parcelas. Ex. Cheque Especial, Rotativo do Cartão de Crédito;
  • Para iniciar um negócio, reformar a casa, etc. Situações em que o financiamento pode ser mais longo com valores menores; 
Imagem relacionadaContudo ele não é indicado em casos de compras diárias, para investimentos e aplicações, ou ainda para emprestar a terceiros. Situações como essas devem ser reavaliadas em busca de outra solução que não seja adquirir uma dívida, que por menor que seja, ainda implicará no comprometimento da renda. 

Quem Pode Pegar um Crédito Consignado? 


Podem optar pelo crédito consignado:

    Imagem relacionada
  • Quem trabalha com carteira assinada (empresa privada);
  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Servidores públicos (Federal, Estadual e Municipal);
  • Militares das Forças Armadas;

Crédito Consignado Tem Juros Mais Baixos? Por quê?

Como dito antes, são os juros mais baixos do mercado, e isso gera diversas vantagens em adquiri-lo. O motivo está na segurança de quitar o empréstimo, que é descontado direto do pagamento, deixando uma baixa margem para a inadimplência. Enquanto as linhas de crédito tradicionais podem chegar a 22% de juros mensais, as de consignados ficam em torno de 1,22% a 6,27% ao mês. 

Sendo assim, é importante pesquisar os melhores locais de crédito, como o Grupo AMP, que traz benefícios como:

  • Taxa de juros menores, para situações emergenciais;
  • Facilidade de contratação, com pouca burocracia por já haver uma conta, além da rápida liberação do dinheiro;
  • Prazos mais longos que podem chegar até 120 meses; 

Tudo isso, tendo em mente que em casos de pessoas assalariadas por empresas privadas, há o risco de perder o emprego. Em situações assim, o consignado terá que ser totalmente quitado na rescisão ou trocado por um empréstimo comum. Já os aposentados, funcionários públicos, etc. precisam entender que é uma dívida de longo prazo, sem chance de adiar. 

Resultado de imagem para fazendo contas


Lembrando que: Este tipo de decisão requer planejamento e responsabilidade, para que a dívida seja paga e o empréstimo seja a solução, e não mais um fator de agravamento da situação financeira. 

É importante observar se o valor obtido pode cobrir o valor total do que é devido e se as parcelas de pagamento do empréstimo estão dentro das possibilidades. Só assim, o consignado valerá a pena. De outra forma, apenas irá acarretar mais uma dívida às despesas do mês, pesando num orçamento que já não pode ser arcado. 

  • Share:

0 comentários

comentário(s) pelo facebook: